Casar somente no civil é pecado? É obrigatório casar na igreja?

Muitos cristãos deixam de casar na igreja, principalmente por questões econômicas. No entanto, realizar uma cerimônia religiosa não é obrigação de um casal, embora precisam da bênção do Senhor.

Vale ressaltar, que na época bíblica não existia cartórios, logo, os casamentos religiosos tinham validade legal para o Estado.

Com o passar do tempo, as mudanças foram acontecendo na sociedade. Em relação ao Brasil, as leis regulam o casamento, por isso, as religiões aconselham o casamento tanto no civil quanto no religioso.

É claro que o crente quer que sua união seja selada por Deus, todavia, a Bíblia não ensina que para que isso aconteça deve acontecer uma cerimônia religiosa pomposa, sobrecarregando os gastos e levando o casal a contrair dívidas já no início do relacionamento.

Portanto, cabe ao casal optar por casar só no civil ou também fazer uma cerimônia religiosa. Se ambos quiserem entregar seu casamento em oração, ou realizar apenas uma reunião mais íntima para consagrar a união, não há nada que vai contra a Palavra de Deus.

Temos que ter em mente que certas coisas foram enraizadas na nossa cultura, mas não fazem a diferença no dia-a-dia do casamento, e nem diante de Deus. O casal pode obter a bênção de um pastor sem precisar necessariamente de uma cerimônia de casamento.

Contudo, a informação que o casal agora é uma só carne, ou seja, são casados oficialmente, deve ser feita publicamente, o que obriga o casal, até mesmo por questões legais, de realizarem a legalização da união no cartório.

Em suma, não é pecado casar somente no civil, ou mesmo, celebrar o casamento fora da igreja. O que não pode ser deixado acontecer é deixar Deus de fora do casamento, por isso é importante consagrar a relação todos os dias ao Senhor, honrando e obedecendo a sua Palavra.

Fonte: Gospel Prime



Categoria:vida Cristã